Críticas a Limpeza Urbana, Saúde e Desenvolvimento Econômico voltam a ser levantadas na Tribuna da Câmara de Itabirito

As críticas a falta de limpeza urbana na cidade e o grande número de buracos são os temas mais debatidos na câmara, e não foi diferente na Seção Ordinária da última segunda-feira (10). Vereadores relataram que as reclamações por parte da população estão altíssimas. O presidente da Câmara Renê Américo, chegou a caracterizar a prestação de serviços como vergonhosa.

Itabirito que sempre foi referência em saúde, principalmente se tratando da Atenção Básica, tem passado por muitas mudanças, Arnaldo em sua fala teme que os caminhos tomados possam prejudicar a população “antes da mudança, todos os atendidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) eram encaminhados para o Setor de Regulação das próprias Unidades, e num prazo de 10 a 20 dias, as consultas médicas ou os exames eram realizados. A partir de agora, após passar pelas Unidades Básicas de Saúde, o paciente é encaminhado para o Centro de Especialidades Médicas (CEM) e com essa mudança o atendimento se concentrou na mão de uma única pessoa” relata o parlamentar que aponta que esta prática pode beneficiar alguns de forma injusta. 

Ricardo Oliveira citou os problemas de empregabilidade na cidade e aponta que esta é uma falha de planejamento de um Desenvolvimento Econômico estagnado, ele solicitou que sejam divulgadas o nome das empresas que serão instaladas no município. Ainda falando sobre empregabilidade, Max Fortes relatou a respeito do Consórcio Minas e a contratação de mão de obra, onde apenas cerca de 15% são naturais de Itabirito. A cobrança incansável de Ricardo referente ao reajuste dos servidores de no mínimo 18% e o cartão alimentação no valor de 500 reais para todos continua a ser pauta na tribuna, e em resposta, Rose da Saúde, líder do prefeito na Câmara, anunciou que  haverá uma reunião entre o prefeito e integrantes do Sindicato no dia 17/02 para discutirem a respeito das demandas.

Um dos pontos mais polêmicos da reunião, foi quando o Vereador Arnaldo, trouxe alguns dados comparativos sobre os aluguéis das tendas em relação à gestão atual e a passada. O prefeito Orlando que prometeu em sua campanha cortar gastos destinou mais de 900 mil reais no aluguel por 11 meses, enquanto a gestão passada gastou o valor bem próximo de 1 milhão e 150 mil reais por mais que o dobro de tempo.

Indicações, requerimentos e projetos de lei estão disponíveis no site da câmara: https://www.itabirito.mg.leg.br/processo-legislativo/materias-legislativas

Rua Olimpio Diniz N° 269 Passágem de Mariana

Mariana-MG-Cep: 35421-000 - Tel: (31) 3558-4660/ 98844-8976

E-mail: oespeto@gmail.com

© Jronal O Espeto.com.br - 2019

Card image Card image Card image
...