Clínica de Olhos da Prefeitura de Ouro Preto é destaque no combate ao glaucoma e à catarata

    500 pacientes já foram curados da catarata e 650 pacientes estão em tratamento do glaucoma

    Para receber notícias no seu WhatsApp clique aqui

    E para receber notícias da nossa página no Facebook

    Ouro Preto avança mais uma vez nos cuidados com os moradores do Município. Dessa vez, o foco é na antiga UPA, localizada na rua Mecânico José Português, que oferece serviços de oftalmologia da prefeitura municipal gratuitos e com equipamentos de última geração.

    A Clínica de Olhos de Ouro Preto, criada há menos de um ano, foca em cuidados com o glaucoma, que lesiona o nervo óptico gerando cegueira de forma irreversível, e a catarata, que compromete o cristalino (lente interna do olho) e pode ser resolvido com a cirurgia para a substituição dessa lente. É importante ressaltar que, mesmo sendo recente, a clínica já reduziu a fila da catarata de 700 para 200.  A praticidade e o foco dos agentes de saúde em diminuir rapidamente a fila e devolver o bem estar dos pacientes é inovador no Estado de Minas Gerais.

    No caso do glaucoma, os portadores da doença no Município realizam todos os exames necessários, recebem o diagnóstico, têm consultas de acompanhamento com Alessandro de Sousa, professor de oftalmologia do curso de medicina da Universidade Federal de Ouro Preto e especialista em glaucoma e catarata, além disso, recebem também os remédios para o tratamento.

    Já no caso da catarata, os pacientes recebem o tratamento e são levados para a cirurgia, sob os cuidados dos cirurgiões Wagner Duarte Batista e Alessandro de Sousa Veiga.

    Além das doenças citadas acima, a médica Vanessa Nogueira de Paiva trata de disfunções que acometem a retina, por exemplo o descolamento de retina, a retinopatia mióptica (alto nível de miopia), a retinopatia hipertensiva (ocorre em pessoas com hipertensão arterial), dentre outras.

    É importante ressaltar que o número de pacientes que recebem os tratamentos é muito grande, cerca de 500 pacientes já foram curados da cegueira causada pela catarata e 650 pacientes estão em tratamento do glaucoma, no período de um ano e, devido a tantas pessoas que são tratadas gratuitamente pelo Município, a Clínica de Olhos se prepara para tornar-se o Hospital de Olhos dos Inconfidentes, oferecendo aos munícipes uma assistência oftalmológica de extrema qualidade e, futuramente, com a inclusão de novos procedimentos clínicos e cirúrgicos.

    Além das especialidades dentro da oftalmologia, são oferecidos também cardiologia, endocrinologia, reumatologia, urologia, ginecologia, cirurgias gerais, otorrinolaringologia, exames de ultrassom e fisioterapia.

    Para ter acesso ao tratamento, o cidadão deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) referência do bairro em que reside para realizar agendamento com o oftalmologista da Policlínica e, após a avaliação, ele será encaminhado à Clínica de Olhos.

    Foto: Ane Souz