Antiga fábrica de tecidos será o novo Parque Tecnológico de Ouro Preto

    O projeto do local já está sendo pleiteado no Ministério da Ciência e Tecnologia do Governo Federal

    Para receber notícias no seu WhatsApp clique aqui

    E para receber notícias da nossa página no Facebook

    Se inscreva no nosso canal do you tube para receber nossas reportagens, clique aqui


    O desenvolvimento econômico de Ouro Preto está cada vez mais em destaque nas ações da Prefeitura Municipal. Ontem, 03 de fevereiro, o prefeito Angelo Oswaldo, a vice Regina Braga, os secretários Felipe Guerra e Chiquinho de Assis e representantes da UFOP, IFMG e Fundação Gorceix visitaram a antiga fábrica de tecidos, no bairro Caminho da Fábrica, onde será implantado o Parque Tecnológico da cidade.

    O projeto será feito em parceria com a UFOP, IFMG e Fundação Gorceix. A intenção é que mais entidades do Município apoiem essa ação, que vai gerar emprego, renda e capacitação profissional da população ouro-pretana.O prefeito Angelo Oswaldo reforça que a fábrica terá uma vertente para o turismo. “Vamos implantar um grande centro de tecnologia com uma dimensão turística, atividade para qual o espaço estava inicialmente destinado. Também vamos aproveitar a região do Vale do Ojô que abriga três cavidades: Gruta Ponte de Pedra, Gruta do Fogão e Gruta da Aflição, aquela belíssima cachoeira, todo o trecho do Rio do Carmo e a estação ferroviária Vitorino Dias”, finalizou Angelo.

    Felipe Guerra, secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia, reforçou a importância desse espaço para Ouro Preto. “Estamos pleiteando o recurso de R$ 10 milhões para a implantação do Parque no Ministério da Ciência e Tecnologia do Governo Federal, por meio do edital da FINEP e com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais. Várias empresas de inovação e tecnologia do Município nos enviaram cartas de intenção para ocupar o espaço e essa ação é uma diversificação econômica do PADE, que vai ser o norteador das políticas públicas da nossa Secretaria”.

    Guerra ainda ressaltou que “as empresas do ramo da tecnologia e inovação já ocupam um lugar significativo na economia de Ouro Preto, sendo importantes geradores de impostos ao Município junto com a mineração, turismo e serviços em geral”, finalizou. 

    Texto: Nathália SouzaFoto: Neno Vianna
    Superintendência de Atos, Chancelaria e Memória