Mobilização nacional pelo piso salarial

    Os professores da rede estadual de ensino mantêm a reivindicação ao governo de Minas do pagamento do piso salarial, que teve reajuste de 33,24% em 2022, alcançando o valor de R$ 3.845,63. Em greve há uma semana, os profissionais realizam no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O ato foi convocado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), como Dia Nacional de Lutas. “Trabalhadores e trabalhadoras em educação na rede estadual de Minas Gerais permanecem em greve por tempo indeterminado. E realizaram nova assembleia nesta quarta-feira”, informou  Isaura Carvalho, diretora da subsede de Ipatinga do Sind-UTE/MG. (Diário do Aço – Ipatinga)

    Para receber notícias no seu WhatsApp clique aqui

    E para receber notícias da nossa página no Facebook

    Se inscreva no nosso canal do you tube para receber nossas reportagens, clique aqui